Mercosul avança para incluir informações nutricionais nos rótulos de alimentos

A incidência das alergias alimentares tem aumentado nos últimos anos no mundo. Para combater este avanço, as organizações de saúde e entidades reguladoras da América Latina estão cada vez mais implantando medidas para impedir a proliferação destes males. Entre as decisões está o fornecimento de informações em rótulos de alimentos.

Por conta disso, uma série de reuniões está ocorrendo em países do Mercosul. Em setembro, a Comissão de Alimentos do Mercosul se reuniu em Buenos Aires, capital da Argentina, para discutir a revisão do Regulamento Geral sobre Rotulagem de Alimentos Processados.

No Chile, a nova regulamentação para a implantação de uma nova lei de rotulagem de alimentos e publicidade está em consulta pública desde agosto. No México, o mesmo também acontece, com a introdução de novas regras de rotulagem da Estratégia Nacional para a Prevenção e Controle do peso, obesidade e diabetes.

No Equador, em agosto, foi realizada a Conferência Internacional sobre Rotulagem e as políticas fiscais de Alimentação Saudável e Prevenção da Obesidade, organizada pelo governo equatoriano, em conjunto com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a UNICEF.

E no Peru foi encerrada a consulta pública sobre o regulamento da alimentação saudável e a proposta de regulamentação dos perfis nutricionais para a rotulagem.

Com informações da EAS América Latina – 11.9.14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *