Ovos Dietéticos, Lights e Alternativos – 6.04.11

Hoje em dia temos uma gama variada de ovos de páscoa para todos os consumidores, desde os diabéticos, aos que fazem dieta e até os mais naturalistas. No entanto, muita gente esbarra na falta de informações e acaba abusando no consumo de chocolate.

Na visão da nutricionista da ABIAD (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres, Diet e Light), Karina Barros, o chocolate dietético foi desenvolvido para diabéticos que não podem ingerir açúcar, sendo substituído, nesses casos, por adoçantes artificiais. “Porém, o valor calórico de um ovo de chocolate diet permanece alto devido ao teor de gordura aumentado”, afirma Karina.

Qualquer alimento rotulado light deve conter redução de pelo menos 30% de algum nutriente, seja caloria, açúcar, gordura, sal, entre outros. Karina adverte que devemos prestar atenção nos rótulos para termos certeza de que realmente a redução foi no valor calórico. “Além disso, se a porção ingerida for alta, o valor calórico será equivalente a uma  porção de chocolate convencional. Uma porção de 30g de chocolate contém aproximadamente 150 kcal e pode ser ingerida de 2 a 3 vezes por semana sem  correlacionar-se ao aumento do peso corporal”, ressalta.

Existem diversos tipos de chocolate no mercado. Contudo, as opções de ovos de chocolate com menor adição de açúcar e sem acréscimo de recheios e nutrientes como leite condensado, amendoim, entre outros, contam com uma maior concentração de cacau e, portanto, são mais indicados para quem não quer ganhar peso extra. “Diversos estudos demonstram o benefício à saúde na ingestão de chocolates que contenham acima de 50% de cacau devido a sua função antioxidante. Todavia, temos que lembrar que o chocolate é um alimento calórico e deve ser ingerido em quantidades moderadas”, alerta.

Os ovos alternativos com adição de alfarroba ou soja não costumam reduzir o valor calórico. “Prefiro preservar o sabor do chocolate optando por uma maior concentração de cacau, e persistir na quantidade ingerida. Optar por ovos com maior quantidade de cacau e controlar a quantidade  ingerida (aproximadamente 30g por porção)”, finaliza.

Mais Informações
Oficina de Mídia
(11) 2219-2433
Maurício Santini (11) 9624-8737
Solange Melendez (11) 9232-9712

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *