PRESS RELEASE OFICIAL

  • O Diabetes Mellitus apresenta complicações graves por falta de controle:
  • Cegueira -> maior causa no Brasil e no Mundo.
  • Amputações -> maior causa no Brasil e no Mundo.
  • 50% de hemodiálises no Brasil.
  • 50% dos infartes são em decorrência do mau controle do Diabetes.
  • E grande impacto socioeconômico pelo alto custo, incapacitação e mortalidade.

O Diabetes é uma das epidemias destas últimas décadas. Segundo a Organização Mundial de Saúde e IDF International Diabetes Federation, é uma doença crônica de grande incidência e prevalência, que desperta interesse da comunidade científica, sendo a segunda maior doença em pesquisas que produzem novos conhecimentos e revolucionários medicamentos, estando em constante estudo pela melhoria de seu tratamento.
Por esta razão o objetivo deste Congresso é levar os avanços para a prática diária no tratamento do D.M., e discutir com os gestores do Ministério e Secretarias de Saúde a política de Diabetes no Brasil.

23º CONGRESSO BRASILEIRO MULTIDISCIPLINAR EM DIABETES

Data: 26, 27, 28 e 29 de julho de 2018.
Horário: das 8h00 às 18h00
Local: UNIP – Universidade Paulista – Rua Vergueiro, 1.211 – Paraíso – São Paulo / SP.

Programa: 36 simpósios com mais de 200 palestras apresentadas pelos maiores expoentes de saúde do Brasil e convidados internacionais, além de oficinas, cursos multiprofissionais e apresentação de Temas Livres.

Conjuntamente: “23ª Exposição Nacional de Produtos e Alimentos para Portadores de Diabetes” com a participação de todos os Laboratórios Farmacêuticos que atuam em Diabetes, apresentando os novos lançamentos, insumos, produtos correlatos e indústria de alimentos diet.

A importância da atualização e reciclagem dos profissionais é fundamental, pois 75% dos pacientes com Diabetes são tratados por não especialistas e dependem unicamente do Sistema Público de Saúde, onde o tratamento inadequado leva a uma maior incidência das graves complicações do Diabetes, aliado ao desconhecimento dos que não sabem ter a doença, e falta de conscientização dos que sabem.

Convidamos o prezado jornalista a engajar-se nesta luta pela melhoria da assistência aos portadores desta doença no Brasil. A importância da imprensa é ressaltada pelos órgãos internacionais, citada como sendo a única maneira rápida e eficiente de alertar sobre o grande perigo que o Diabetes representa para todas as nações e, principalmente, em países em desenvolvimento como o Brasil, (vide resoluções da Organização das Nações Unidas 2007 e 2011 e IDF International Diabetes Federation).

Atenciosamente,

Prof. Dr. Fadlo Fraige Filho
Presidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *