Análise de microbioma intestinal pode detectar presença de células cancerosas

A avaliação do microbioma intestinal pode, de fato, fazer a distinção entre os indivíduos saudáveis com os pacientes com adenoma ou com carcinoma (câncer colorretal). O estudo foi publicado no periódico Cancer Prevention Research. Os cientistas analisaram amostras de fezes de 90 indivíduos distribuídos em três grupos: um saudável com 30 pessoas, outro com 30 pacientes com adenoma e o final com 30 pacientes com carcinoma. Em combinação com os fatores de risco clínicos do carcinoma, como por exemplo, massa corporal, idade e etnia, a avaliação do microbioma intestinal melhorou a capacidade de diferenciar os pacientes destes grupos. E ainda, apenas com a utilização dos dados do microbioma intestinal como triagem, foi mais produtivo que o teste de sangue oculto nas fezes. De acordo com o documento do estudo, “os resultados demonstram a viabilidade da utilização da composição do microbioma intestinal para detectar a presença de lesões pré-cancerosas e cancerosas”.

Com informações do portal Nutritotal – 25.8.14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *