Cientistas avaliam razões pela qual casais podem desenvolver diabetes tipo 2

Um estudo curioso apresentado pelo McGill University Health Center, no Canadá, demonstrou que quando um dos cônjuges tem a diabetes tipo 2, o outro cônjuge pode apresentar um risco significativo de contrair a mesma doença.

A avaliação estudou 75.498 casais e observou que cerca de 26% deles tiveram o mesmo tipo de diabetes 2 (DM2). Segundo os cientistas, a explicação pode ser o agrupamento social, isto é, pessoas que vivem juntas começam a desenvolver os mesmo hábitos de alimentação. Além disso, o conceito de acasalamento, ideia das pessoas em constituir um casal com características semelhantes, pode ter contribuído para isso.

A conclusão da análise do estudo indica que a documentação da história familiar deve ser mais abrangente, incluindo história conjugal e não apenas o de relações pai-filho e irmão. História conjugal poderia ser incorporada nos instrumentos de avaliação de riscos clínicos para diabetes, para melhorar a sua utilidade na identificação de casos não diagnosticados e de pessoas em risco. 

Com informações do Nutritotal – 9.3.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *