Coca-Cola retira o óleo vegetal brumado de bebidas

Depois de a empresa concorrente Pepsi ter anunciado, no ano passado, que iria retirar o óleo vegetal brumado (BVO, na sigla em inglês) da fórmula do Gatorade, agora foi a vez de a Coca-Cola informar que irá substituir o componente no refrigerante Fanta e no isotônico Powerade. O BVO é um ingrediente usado como estabilizador em bebidas à base de frutas – há, porém, suspeitas de que, em altas quantidades ele possa ocasionar problemas de saúde como, por exemplo, perda de memória, comprometimento nas terminações nervosas e doenças de pele, algo que não pode ser descartado em razão do consumo elevado de refrigerantes e de bebidas isotônicas pela população de uma maneira geral. A decisão da Coca-Cola surgiu como resposta a uma petição assinada na Internet e ocorre em um momento em que indústrias de alimentação estão sob pressão de instituições médicas e de consumidores, em razão dos riscos à saúde supostamente trazidos por seus produtos.

No caso do BVO, a campanha pela retirada do produto do refrigerante e do isotônico, começou com uma adolescente do Mississipi – Sarah Kavanagh questionou o fato de um agente químico controverso fazer parte da fórmula de bebidas destinadas a atletas (o Powerade) conscientes das questões de saúde e seu pedido foi endossado por milhares de pessoas. No Brasil, os produtos da Coca Cola não contêm o ingrediente, pois seu uso não está previsto na legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Com informações do jornal O Globo e BBC Brasil – 6.5.14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *