Dieta sem glúten beneficia estado nutricional de adultos com doença celíaca

Publicada no European Journal of Clinical Nutrition, um estudo demonstrou que uma dieta livre de glúten (GFD) é capaz de melhorar o estado nutricional de adultos com doença celíaca, sem indução de excesso de peso ou obesidade.

Conduzido por Barone et al, 39 pacientes com doença celíaca e 39 voluntários saudáveis fizeram parte do estudo. O índice de massa corporal (IMC) de pacientes e controles foi avaliada no início, enquanto que o IMC dos pacientes antes da GFD foi recuperado a partir de registros clínicos. Além disso, em ambos os grupos foram comparados IMC, massa gorda (MG), a densidade mineral óssea (DMO), bem como a ingestão alimentar através de um registro de 7 dias.

No momento do diagnóstico, 82% dos pacientes com doença celíaca tinham um IMC eutrófico ou sobrepeso, enquanto 10% eram subnutridos. Após a GFD, os pacientes com IMC eutrófico demonstraram um aumento de peso significativo (P = 0,002), mas nenhum deles chegou às categorias de sobrepeso ou obesidade. Metade dos pacientes subnutridos alcançou um IMC eutrófico.

Controles e pacientes em um GFD tinham IMC, MG, DMO e ingestão total de calorias semelhantes, mas a ingestão de lipídios e de fibras foi significativamente diferente nos dois grupos (P = 0,003 – grupo controle e P <0,0001 – pacientes).

Para os autores, os resultados estão relacionados à uma população celíaca que adota uma dieta livre de glúten baseada em uma dieta mediterrânea.

Com informações do portal Nutritotal – 28.8.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *