Frutas e legumes podem reduzir riscos de morte?

Ao analisarem dados do National Health Survey entre 2001 e 2008 – o levantamento recolhe dados sobre a saúde dos britânicos por meio de questionários, visitas médicas, análise da dieta alimentar e estilo de vida dos entrevistados –  cientistas da Universidade College, de Londres, verificaram que, quanto mais frutas, verduras e legumes  as pessoas ingerem, menor a chance de morte delas em qualquer idade.  Os cientistas contabilizaram informações de aproximadamente 65 mil pessoas e calcularam os seguintes percentuais de redução do risco de morte: 14% se o indivíduo ingerir entre uma e três porções de frutas, verduras e legumes por dia; 29% entre três e cinco; 36% entre cinco e sete, e 42% para sete ou mais. Cada porção contém cerca de 80 gramas, equivalente a uma fruta grande ou um punhado de frutas ou verduras e legumes pequenos.

Entre os benefícios citados pelos pesquisadores britânicos está a redução dos riscos de câncer e de doenças cardíacas. A proteção que frutas e vegetais conferem ao organismo contra doenças está ligada à presença de antioxidantes, que curam os danos às células, explicou Oyinlola Oyebode, responsável pela pesquisa.  Alguns especialistas em alimentação desconfiam, porém, de que, mais que o aumento no consumo de frutas e legumes, a queda nos riscos de morte possa estar mais associada a mudanças do estilo de vida, como deixar de fumar e ou beber em excesso. Tom Sander, da Escola de Medicina da King’s College de Londres, afirmou que já era sabido que pessoas que ingerem mais frutas e vegetais são mais preocupadas com sua saúde, mais educadas e com mais renda, o que, eventualmente, pode reduzir os riscos de morte. “Considero temerário fazer qualquer afirmação sobre o que as pessoas devem comer baseado apenas nas informações encontradas pelo estudo”, disse.

Com informações da BBC Brasil – 2.4.14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *