Médicos e fisiculturistas divergem sobre o uso de anabolizantes

Ao contrário da opinião dos fisiculturistas, os médicos nutrem uma verdadeira abominação com relação ao uso de anabolizantes. De acordo com os especialistas, a utilização de esteroides é perigosa porque pode provocar uma série de problemas de saúde como câncer, cardiopatias, insuficiência renal e hepática, entre outros.

O presidente da Regional-Brasília da Sociedade Brasileira de Nutrologia, Dimitri Homar alertou que, além dos problemas médicos, o uso destas substâncias em mulheres pode provocar crescimento de pelos no rosto, aumento de clitóris e engrossamento da voz, enquanto que nos homens, o aumento da mama. O médico narra que, em seu consultório, são muitos os casos de homens e mulheres com índice elevadíssimo de testosterona. “Não justifica para ganhar massa muscular ou condicionamento físico usar estas substâncias”, declarou Homar.

A opinião do nutrólogo Roberto Navarro Sousa Nilo não é muito diferente. O médico afirmou que a possibilidade de controlar os efeitos colaterais dos anabolizantes é consequência de uma cultura errônea e vulgar por parte de educadores físicos e nutricionistas.

O médico relatou as pesquisas estadunidenses na década de 1980 sobre a gestão de envelhecimento e a reposição hormonal, e que os frequentadores de academia estavam utilizando esta técnica indevidamente e consumindo doses muito acima das normais. Na visão dos médicos não há níveis seguros de ingestão de esteroides e os danos podem ser mensurados somente nos consultórios médicos.

Já os fisiculturistas divergem substancialmente da opinião científica. Todos os entrevistados por uma matéria no portal UOL Saúde são unânimes em afirmar que o consumo dos anabolizantes não prejudica a saúde, muito menos provoca morte.

“Isso se chama ADE, vitamina A, vitamina D e vitamina E. Um óleo viscoso que é usado para colocar essas vitaminas em alta quantidade em equinos, suínos e bovinos. Não que existe vitamina para equinos, suínos e bovinos, é uma só, tudo igual (a de humanos). Os caras colocam esse óleo viscoso que é bem grosso dentro dos músculos para ficar com um inchaço. Aí este óleo vai tomando conta e necrosa.”, afirmou Fernando Sardinha, fisiculturista com 70 títulos nacionais e internacionais.

O fisiculturista defende o uso de anabolizantes com supervisão médica. “Todo mundo que fizer acompanhamento com endocrinologista pode fazer uso seguro porque o endocrinologista estuda para isso, só para hormônio. Para saber o que pode e o que não pode tomar”, disse ele. 

Com informações do UOL Saúde – 24.4.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *