Na perda de peso, dieta alimentar é protagonista, aponta estudo

Pesquisadores da Grã-Bretanha, Estados Unidos e África do Sul declararam que as atividades físicas têm um papel relativamente pequeno para o controle de peso. Na opinião dos cientistas, a obesidade está mais ligada à qualidade da alimentação com o alto consumo de carboidratos e açúcar.

Segundo os médicos, a atividade física não promove perda de peso, mas reduz o risco de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, demência e alguns tipos de câncer. O estudo foi publicado no British Journal of Sports Medicine.

“A Coca-Cola, que gastou US$ 3,3 bilhões em publicidade em 2013, empurra a mensagem de que ‘toda caloria vale’, associa seus produtos com o esporte, sugerindo que tudo bem consumir suas bebidas, desde que você se exercite. A ciência nos diz que isto é enganoso e equivocado. O que é crucial é a origem das calorias. As calorias do açúcar promovem depósitos de gordura e fome. As calorias da gordura promovem saciedade”, disse um dos autores do estudo.

De acordo com os cientistas, até 40% das pessoas com peso normal terão problemas metabólicos associados com a obesidade por conta dos hábitos na alimentação. O relatório sobre o peso global indica que as dietas pobres já estão gerando mais doenças que o álcool, o fumo e a falta de exercícios juntos.

O cardiologista Aseem Malhotra, da Academy of Medical Royal Colleges, na Grã-Bretanha, um dos cientistas que assinam o artigo, salientou que um obeso não precisa fazer nenhum exercício para perder peso, e sim, comer menos. “Minha maior preocupação é que a mensagem que está sendo transmitida ao público sugere que você pode comer o quanto quiser, desde que se exercite. Isto não tem base científica. Você não pode compensar os efeitos de maus hábitos alimentares fazendo exercício”, diz o médico.

No entanto, a maioria dos médicos recomenda uma dieta equilibrada com atividade física.  “Os benefícios da atividade física não são uma moda ou conspiração da indústria. Um estilo de vida saudável deve incluir tanto uma dieta equilibrada quanto exercício físico”, disse uma porta-voz de uma federação britânica de alimentos e bebidas.

Com informações da BBC Brasil – 23.4.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *