Novos tratamentos de doenças vasculares em obesos

A enzima arginase é a responsável pela disfunção endotelial e pela hipertensão arterial referente à obesidade. A novidade pode levar a novas formas de tratamento das doenças vasculares de obesos.

Isso é o que demonstrou um estudo publicado na revista Obesity que avaliou a função endotelial e a expressão de arginase nas arteríolas do músculo esquelético de animais, entre ratos obesos e magros.

Resultados mostraram que os animais obesos tiveram deficiência de arginina com a elevada atividade da arginase, responsável por degradar o aminoácido. A atividade da arginase era maior nos ratos obesos.

A arginina é um precursor do óxido nítrico (ON), um gás que consegue relaxar os vasos sanguíneos e reduzir a pressão arterial.

A segunda etapa do estudo determinou o melhor método para corrigir a deficiência de arginina: a suplementação de arginina (L-arginina ou D-arginina) e o uso de drogas para bloquear a ação da arginase. Isso melhorou a vasodilatação em ratos obesos.

Segundo os autores, a arginase promove disfunção endotelial e a hipertensão arterial na obesidade. Isso pode ser um ótimo indicativo para novos tratamentos de doenças vasculares em obesos.

Com informações do portal Nutritotal – 8.7.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *