Ômega-3 pode reduzir colesterol total e aumentar tamanho de partícula de colesterol bom

Pacientes que receberam ômega-3 diariamente tiveram uma redução significativa de colesterol total. A ingestão também conseguiu alterar o tamanho das partículas que transportam o colesterol. Esse foi o resultado de pesquisa desenvolvida no Núcleo de Apoio à Pesquisa em Fluidos Complexos (NAP- FCx) da USP que demonstrou um aumento de concentração de partículas grandes e intermediárias da chamada HDL (lipoproteína de alta densidade) ou o colesterol bom, mas também diminuiu a concentração de LDL (lipoproteína de baixa densidade) eletronegativa (colesterol ruim).

De acordo com a coordenadora do estudo, Nágila Raquel Teixeira Damasceno, professora do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, “a LDL transporta o colesterol em direção aos tecidos do corpo, isso favorece o acúmulo de gordura nos tecidos periféricos, como as artérias, e, consequentemente, favorece o desenvolvimento da aterosclerose. A HDL faz o transporte inverso. Ela vai às nossas artérias e retira o excesso de colesterol, leva para o fígado, e depois ocorre a eliminação do excesso de gordura do nosso corpo”, explicou.

Para a cientista, tanto o colesterol bom como o ruim contam com partículas de tamanhos variados entre pequenas, intermediárias e grandes e isso é fundamental no desenvolvimento da aterosclerose.

“A LDL modificada estimula a resposta inflamatória, favorecendo a aterosclerose. Já a partícula de HDL retira o colesterol do tecido, ela fica com um diâmetro maior, contribuindo na prevenção do acúmulo de colesterol”, disse a professora.

Na visão da pesquisadora, a pesquisa reforça as recomendações sobre a importância do aumento do consumo de peixe. “Não são todos os peixes que são ricos em ômega-3, os mais ricos são salmão, atum e sardinha fresca ou em lata. Para aquelas pessoas que não têm o hábito ou acesso à compra de peixe, o uso de suplementos alimentares se apresenta como uma opção”, finalizou.

De acordo com as recomendações, o consumo diário deve ser superior a 1,8 grama de ômega-3 ao dia ou 300 gramas de peixe por semana, o que equivale a três filés pequenos.

Com informações da Agência USP  – 9.3.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *