Pesquisa atesta que mais de 90% de diabéticos com idade média de 60 anos estão obesos ou com sobrepeso

Um estudo feito com diabéticos atestou que mais de 90% dos pacientes pesquisados estão com sobrepeso ou obesos. A Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP), da USP, entrevistou 218 pacientes diabéticos e pode detectar que, apenas 8,7% estão com Índice de Massa Corporal (IMC) normal. O percentual de sobrepeso ficou na casa dos 31,19% e obesos, 60,09%.

De acordo com a pesquisadora Anna Claudia Martins Coelho, enfermeira da EERP da USP, grande parte dos diabéticos não segue a dieta prescrita pelos médicos. “Os pacientes disseram que seguem, em média, as recomendações médicas referentes à alimentação apenas durante quatro dias por semana. Já os exercícios, apenas em dois”, disse ela.

As medidas corpóreas também foram avaliadas com números alarmantes: 93% das mulheres e 68% dos homens estão acima das medidas ideais. A pesquisa ouviu homens e mulheres com idade média de 60 anos. Cerca de 83% contam com baixa escolaridade. Sobre o tabagismo, fator que implica problemas na sensibilidade à insulina, 36,7% deixaram de fumar e 11% ainda fumam. A maioria dos pesquisados conta com quadro hipertensivo.

Além disso, na visão da enfermeira, a nomenclatura usada de modo incorreto pode atrapalhar. “Para incentivar a adesão a novos hábitos alimentares, é preciso evitar o termo ‘dieta’, pois traz a ideia de restrição. A sugestão é substituir por plano alimentar ou alimentação saudável”, defendeu Anna Claudia.

Para a profissional de saúde, algumas práticas como a medição de glicemia devem ser incentivadas.

Com informações da Agência USP -10.10.14

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *