Produtos sem glúten são mais saudáveis apenas para os indivíduos celíacos ou alérgicos

Publicado pela revista British Journal of Nutrition uma pesquisa concluiu que o consumo de produtos sem glúten não confere benefícios à saúde, a não ser que sejam consumidos por pacientes com doença celíaca, intolerância ou alergia ao glúten.

Na pesquisa foi avaliada a qualidade nutricional de alimentos com e sem glúten em alimentos básicos, em uma lista de produtos supérfluos. As informações nutricionais dos rótulos foram obtidas em produtos de supermercados em Sidney, na Austrália, em 2013.

O rol de alimentos classificou como livre de glúten (GF) aqueles em cujas embalagens constavam essas informações. Os demais alimentos foram escolhidos com glúten. Foram avaliados 3.213 produtos entre 10 categorias de alimentos.

O comparativo dos produtos com glúten indicou que estes tiveram médias mais baixas de proteína entre os outros grupos de produtos alimentares, em particular massa e pães, com 52 e 32% a menos, respectivamente.

“Há a probabilidade de que a rotulagem de GF vem sendo utilizada para inferir um conceito injustificado de saúde para itens discricionários. Dados os efeitos adversos para a saúde causados por dietas deficientes na Austrália e em outras partes do mundo, iniciativas políticas devem visar o aumento do consumo de alimentos básicos tais como grãos integrais, frutas e legumes e a redução no consumo de alimentos discricionários (GF ou de outra forma) como uma prioridade de saúde pública”, observaram os autores da pesquisa.

Com informações do portal Nutritotal – 17.7.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *