Suplementação de ferro é necessária para quem doa sangue com frequência, diz estudo

O efeito da suplementação de ferro na recuperação da hemoglobina dos doadores de sangue foi tema de estudo publicado no The Journal of the American Medical Association (JAMA).

Cientistas estudaram 215 doadores de 500 ml de sangue, distribuídos em dois grupos: um grupo controle e um de ferro que ingeriu uma cápsula diária de gluconato de ferro com 37,5 mg de ferro elementar durante 24 semanas. Também foram separados os grupos de baixa e de alta ferritina.

“Entre os doadores de sangue com níveis normais de hemoglobina, a suplementação com uma baixa dose de ferro, em comparação com nenhuma suplementação, reduziu o tempo de recuperação de 80% da concentração de hemoglobina após a doação de sangue”, concluiu o estudo.

Os níveis de hemoglobina tiveram uma queda na ordem de 13,4 g/dL para 12 g/dL no grupo baixa ferritina e de 14,2 g/dL para 12,9 g/dL no de ferritina alta.

De acordo com os autores, quem doa sangue mais do que uma vez ao ano deve se informar com o médico sobre a suplementação de ferro. E os que preferem não ter este suplemento devem adiar a doação para mais de seis meses.

Com informações do portal Nutritotal – 25.2.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *