Falar sobre a ABIAD é recordar uma das mais marcantes experiências da minha vida profissional.

Ary Bucione, presidente da ABIAD de janeiro de 1998 a abril de 1999.

Falar sobre a ABIAD é recordar uma das mais marcantes experiências da minha vida profissional. Em 1994, eu havia dado um grande passo na minha trajetória corporativa ingressando no mundo dos alimentos mais saudáveis. Tudo era novidade e comecei trazendo para o Brasil a primeira importação de uma desconhecida fibra solúvel que hoje em dia é muito utilizada: a polidextrose. Eu tomava conhecimento de um mundo fascinante e me motivava muito estar promovendo um benefício real de saúde para os consumidores que, mesmo sadios, buscavam equilibrar suas dietas. Naquele momento, comecei a frequentar as reuniões da ABIAD, que havia sido fundada em 1986 e que atuava na defesa dos adoçantes e de sua regularização no mercado brasileiro. Seu presidente executivo era o Dr. Fernando Arêas, um dos profissionais que muito admirei em minha vida por seu compromisso com a verdade, visão estratégica e ideologicamente alinhado com os princípios da ABIAD. Foi com ele que acrescentei muito conhecimento ao meu curriculum. E foi também com ele que a ABIAD deu seus primeiros passos na regularização dos adoçantes.

Como associado, eu frequentava todas as reuniões sem exceção. Lembro bem das inúmeras viagens que eram feitas à Brasília para visitar a SNVS – Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária, mais tarde sucedida pela atual Anvisa. Minha conexão com a ABIAD foi se intensificando até que em 1998 fui surpreendido com a possibilidade de concorrer a vaga de presidente da associação. Imediatamente aceitei o desafio e assim fui eleito. Era muito gratificante estar com os meus colegas de diretoria muito mais experientes que eu e que, na sua maioria faziam seus trabalhos na indústria farmacêutica, sendo eu ligado a indústria alimentícia.

Com o Dr. Fernando na liderança, o nosso grupo manteve o rumo sempre progressista e com muito trabalho até que, em 1999, o Dr. Gonçalo Vecina foi convidado pelo então ministro da Saúde, José Serra, para montar o projeto da Anvisa. O Dr. Vecina iniciou a estruturação da Agência pela indústria farmacêutica e na sequência, começou a olhar para a indústria de alimentos. E a primeira entidade a ser consultada foi a nossa ABIAD. Quanto orgulho e quanta responsabilidade. Lembro-me claramente quando, junto com o Dr. Fernando, fomos à Brasília para a primeira reunião para apresentar a ABIAD. Como representávamos apenas um dos segmentos da área de alimentos, esclarecemos ao Dr. Vecina que seria importante incluir a ABIA – Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação, nas tratativas, pois ali estava a quase totalidade das indústrias.  Nós mesmos nos encarregamos de procurar o Dr. Edmundo Klotz, na época presidente da ABIA. E juntos continuamos a colaborando com a criação da Anvisa. Foram momentos muito marcantes na história da regulação dos alimentos no Brasil.

Em um dos seus primeiros atos e por forte atuação da ABIAD, a Anvisa iniciou os trabalhos da construção e promulgação das resoluções que davam condição regulatória para o lançamento dos alimentos com alegação de propriedades funcionais ou de saúde (Res. nº 19), entre outras de igual importância. Talvez um dos primeiros triunfos conquistados pela ABIAD.

Também me cumpre registrar que foi na minha gestão que a ABIAD inaugurou a sua primeira sede física independente e, assim, definia-se um local fixo para receber os seus associados e visitantes.

Na sequência, eu acabei ocupando vários cargos na diretoria e não me recordo se em algum período não estive presente, até a minha última gestão, findada em junho de 2019. Foram 25 anos de dedicação.

Para finalizar, quero externar a minha total gratidão pelo privilégio de ter vivido grande parte da minha vida corporativa tão próximo à ABIAD, convivendo com profissionais, colegas e amigos muito especiais. Desejo uma permanente continuidade desta brilhante jornada da ABIAD com o apoio de todos os seus membros, incluindo associados, diretoria, staff, colaboradores e fornecedores.

Muito obrigado e recebam todos um muito especial abraço. Avante!

 

Fundador da NutriConnection

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *